Faça suas férias em Orlando ficarem ainda mais baratas

Quem passa férias em Orlando só consegue pensar em uma coisa: quando é que vai voltar. Sim, porque não é à toa que a cidade é um dos maiores destinos turísticos do mundo e muito se engana quem pensa que ela é feita apenas dos (maravilhosos) parques temáticos. Por isso, vão aí duas dicas para voltar sempre. A primeira delas é comprar casa na Disney – essa é fácil de entender quando falarmos do preço de imóveis em Orlando. A outra, na verdade são várias dicas de como economizar nas suas férias em Orlando tornando sua estadia ainda mais barata. Claro, quanto menos dinheiro gastar, mais fácil fica voltar.

Economize o preço do hotel e ainda retorne seu investimento

Você já parou para pensar no quanto gasta em diárias de hotel? E, como são caras, não dá para ir a família toda, claro. Sem falar que a viagem fica engessada por causa das reservas e checkouts. E não é por isso que as pessoas gostam de ter casa de veraneio, para poderem ir a hora que quiserem e economizar no hotel? Justamente por isso, ter sua própria casa em Orlando é um grande negócio: ela sai bem mais em conta do que uma casa de veraneio no Brasil.

Os preços são muito mais baixos e a qualidade muito superior. Além disso ainda é possível aluga-la para outros brasileiros nos meses ociosos e ter retorno de pelo menos a maioria do seu investimento. Fale com um corretor brasileiro em Orlando e veja como fazer isso.

Pequenas dicas e truques ajudam você a economizar na cidade

Por outro lado, suas férias podem sair muito mais em conta com algumas dicas:

  • Comece evitando a alta temporada (entre junho e agosto), que é mais cara e tudo fica mais cheio. Além de mais quentinho, entre abril e maio as grandes inaugurações já aconteceram e os preços caem também.
  • Use dinheiro vivo, em cash. Troque seus dólares ainda no Brasil e evite os cartões de crédito e pré-pagos porque o imposto que incide sobre eles é de 6,38%. Quando você compra os dólares no Brasil, para ter uma ideia, o imposto pago é de 0,38%.
  • Economize nas lembrancinhas da Disney comprando… Fora da Disney! Procure antes no Walmart, lá há uma infinidade de itens licenciados da Disney só que a preços muito mais em conta. São camisetas, bichos de pelúcia, Mickeys, Minies e uma variedade imensa de brinquedos originais.
  • Você vai a Orlando e é lógico que vai aproveitar os outlets! Então programe-se fazendo uma lista dos que pretende visitar e entre nos sites para imprimir os cupons de desconto. Eles podem chegar a 40%.
  • Você pode economizar até 50% se comprar o passe de cada complexo de parques em vez do individual. Quem vai a Orlando visita, no mínimo, três parques: um ou dois do SeaWorld e o Bush Gardens, por exemplo, e os dois da Universal Studios. Com o passe do complexo é possível visitar um parque por dia, dois no mesmo dia ou três em um período de tempo. Pode sair pela metade do preço.
  • E se a ideia é passar o dia nos parques, evite gastar dinheiro com os lanches. Leve um farnel, não é vergonha nenhuma e um monte de gente faz isso. Coloque biscoitos e sanduíches leves e refrigerantes ou refrescos, mas nada de bebida alcoólica, que não é permitida. Os restaurantes dos parques não são baratos e assim você economiza um bom dinheiro.
  • A mesma coisa vale para a água, já que lá a garrafinha custa em média US$3. Tudo bem, mais ou menos a mesma coisa que no Brasil. Só que há vários bebedouros espalhados pelos parques, então vale levar uma garrafinha para ser reabastecida e fazer mais essa economia. Além disso, em Orlando a água da torneira comum também é potável. Prático, não?
  • Economize também na hora de ligar para o resto da família que ficou no Brasil. Como a maioria dos parques têm wi-fi gratuito, baixe o app do Skype e fale de graça.
About Albert Stimer

Albert Stimer é proprietário da imobiliária Towns Realty na Flórida e junto com seu time ajuda clientes do Brasil e do mundo inteiro a realizar o sonho da casa própria nos EUA.

Contate Albert Stimer no Google+